Home / Saúde / Pilates pode melhorar a dor lombar crônica – Por Érika Cássia Barroso

Pilates pode melhorar a dor lombar crônica – Por Érika Cássia Barroso

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

 

Alterações posturais, obesidade, horas sentado estão associados com a dor lombar crônica. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que cerca de 80% dos adultos terão pelo menos um episódio de dor lombar durante a sua vida, e 90% destes, apresentarão mais de um episódio.



 

O método do Pilates surgiu na Primeira Guerra Mundial por Joseph Pilates, baseando nos princípios da cultura oriental – como ioga, artes marciais e meditação. Caracteriza-se pela tentativa do controle dos músculos envolvidos nos movimentos da forma mais consciente possível.

 

 

Os exercícios priorizam a ativação do power house (ou casa de força), composto pelos músculos transverso do abdome, oblíquo interno, diafragma, multífidos e assoalho pélvico, responsáveis pela estabilização estática e dinâmica do corpo. Estes músculos profundos são recrutados antes de qualquer movimento efetivo, como segurar objetos.

 

 

Estudos indicam que em 4 semanas já é possível se ter melhora do controle motor, da postura, da força, da resistência, da flexibilidade, da estabilização lombo pélvica, de modo a prevenir e atenuar as disfunções do sistema músculo esquelético.

 

 

O Pilates é utilizado na promoção à saúde, na reabilitação e também no preparo físico de atletas, levando em consideração os objetivos e necessidades individuais.


As aulas são individuais ou em grupos, de no máximo 3 a 4 pessoas, têm duração de uma hora e quanto a maior frequência semanal, mais rápido os resultados serão obtidos. Experimente! Há estúdios com aulas gratuitas para conhecer o método e o profissional.

 

Procure sempre um profissional registrado no conselho e habilitado no método.

 

Escrito por Érika Cássia Barroso – Fisioterapeuta

CREFITO 47213/SP

 

Revisado por Janaina Lacerda – Jornalista

About Equipe Treinos Academia

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Scroll To Top