Home / Alimentação / Dietas / Nutrição esportiva – Noções Básicas – Por Bianca Vieira

Nutrição esportiva – Noções Básicas – Por Bianca Vieira

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

 

Hoje em dia com a busca pelo corpo perfeito e pela saúde muitos acreditam que só é possivel alcançar esses objetivos fazendo uso de suplementos, porém uma alimentação adequada e balanceada já é suficiente para manter o peso ideal e a saúde do corpo.

 


 

Importância dos macronutrientes: carboidrato, proteina e lipídio

 

Hoje explicarei um pouco sobre o carboidrato e proteína, suas fontes e funções.

Sua principal fonte é encontrada na base da pirâmide alimentar (cereais, batata, mandioca, pães), mas são encontrados também no grupo das frutas e dos açúcares.

No nosso organismo, os carboidratos são armazenados na forma de glicogênio muscular e hepático. A energia que o nosso corpo utiliza para atividade fisica é proveniente desses estoques de glicogênio. Portanto quando falamos sobre dietas e alimentação na atividade fisica e esporte, jamais podemos retirar esse macronutriente das refeições, pois uma dieta deficiente de carboidrato acaba com os estoques de glicogênio e e afeta negativamente o desempenho do exercicio fisico.

Para uma melhor resposta no exercicio, o carboidrato deve ser ingerido antes, durante e após o treino, mas vale lembrar que isso depende da intensidade do exercicio fisico, atividades mais leves como caminhada não tem um gasto elevado durante a prática, já atividades mais intensas ou com duração maior devem ser avaliadas para ocorrer a ingestão adequada de carboidratos. O consumo de carboidratos durante a atividade física só aumentará efetivamente o rendimento se a atividade for realizada por, no mínimo, 90 minutos ou de grande intensidade

 

 

 

 


 

Proteínas

Esse macronutriente é encontrado no grupo das carnes (carne vermelha, branca e ovos), no grupo do leite e derivados e no grupo das leguminosas (feijões, soja).

As proteínas são formadas por combinação de aminoácidos, que através de sua ingestão participam da manutenção e construção dos tecidos, na formação de enzimas, hormônios anticorpos, no fornecimento de energia e na regulação de processos metabólicos.

Muitas praticantes de atividade física acreditam que para um melhor resultado é necessário o consumo exagerado de proteinas, porém isso pode  trazer problemas de saúde (sobrecarga dos rins e ficado) e desempenho no exercício. A proteína não é estocada em forma de glicogênio como o carboidrato, assim uma dieta rica em proteína tende a ser rica em gordura pois quando essa proteína em excesso não é utilizada sua caloria é armazenada em forma de gordura.

A alimentação do brasileiro alcança facilmente a recomendação de proteínas de uma dieta, por isso não há necessidade de exageros, ainda mais quando falamos de proteínas para praticantes de atividade física (academia, musculação). O aumento da ingestão de proteínas em uma dieta geralmente acontece para atletas de alta performance.

Quando consumir proteínas? Para evitar a fadiga e ajudar na recomposição muscular, o melhor é consumir uma combinação de carboidratos e proteínas após o exercício, pode ser uma vitamina de frutas, pão integral com queijo branco, iogurte com cereais.

 

Referência bibliográfica: texto baseado nos seguintes livros: Nutrição e Suplementação Esportiva, Ed. Phorte; Hipertrofia hiperplasia, Ed. Phorte; Estratégias de nutrição e suplementação no esporte, Ed. Manole.

 

 

Escrito por Bianca Vieira – Nutricionista

CRN3 – 34996P

 

 

Dúvidas? Críticas? Sugestões? Envie-nos o seu comentário!

About Equipe Treinos Academia

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Scroll To Top