Home / Variados / Garota emagrece 62 Kg em 2 anos – Entrevista com Josie Ventorini

Garota emagrece 62 Kg em 2 anos – Entrevista com Josie Ventorini

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
curta-facebook-treinos-academia

 

Diariamente muitas pessoas vem nos procurar para tirar dúvidas, pedir dicas, ajuda e muito mais coisas. Nosso objetivo é sempre levar para vocês, leitores, as mais diversas informações, dados, e claro, histórias que possam motivá-los a seguir em frente em busca de seus sonhos e objetivos.

 

A história que vocês irão ler abaixo é prova de que com muito trabalho, força de vontade, dedicação, motivação e incentivo TODOS NÓS PODEMOS MUDAR NOSSOS HÁBITOS e tornamos pessoas muito mais saudáveis.

 

Josie Ventorini é um exemplo de como as coisas acontecem de verdade, sem necessidade de medicamentos, suplementos, recursos cirúrgicos ou métodos “milagrosos”. Uma garota que conseguiu perder 62 Kg em 2 anos e mudou completamente seus hábitos e estilo de vida.

 

1370431_430793590360470_15972186_nFale um pouco sobre você (idade, sua vida profissional, vida pessoal, e claro, de sua incrível conquista em relação à perda de peso). O que lhe fez resolver mudar de vida de fato? Você teve acompanhamento profissional (médicos, nutricionistas, educadores físicos, etc)?

 

Meu nome é Josie Ventorini, sou solteira, tenho 22 anos (08/outubro/1990). Resido no Município de Catanduva (interior do estado de São Paulo) e estou cursando graduação de bacharelado em ciências biológicas na IMES-Catanduva. Esta é minha segunda faculdade, a primeira também envolvia os estudos em ciências biológicas, mas era direcionada para a docência.

Gostaria muito de estar ministrando aulas da disciplina, mas atualmente não trabalho devido aos estudos, em que tive que banir este ideal para que pudesse descrever meu Trabalho de Conclusão de Curso, no qual iria implicar um deslocamento da região para a execução de sua prática. Sendo que não seria de caráter ético e de minha índole estar admitindo um compromisso maravilhoso desses temporariamente, onde mais tardiamente teria de abdicar esta responsabilidade comprometendo a confiança à instituição que me empregou.

Minha batalha contra a balança teve início no ano de 2011, aos 20 anos, quando resolvi que queria mudar algo em minha vida. Inicialmente não tinha uma certeza do que seria, queria sair da monotonia então decidi travar uma luta contra a balança. Por não admitir medicações ou qualquer tratamento de origem estética, como cirurgias, tinha a certeza de que poderia levar um longo período essa mudança, mas que se eu fosse persistente seria certa a sua ocorrência. Mesmo algumas pessoas deportando algumas palavras maliciosas à minha pessoa quanto ao meu biotipo eu não me abalava e minha mudança não foi por motivação destes consagrares e sim por busca de mudanças para melhor. Hoje procuro evoluir ainda mais, e este quesito consiste em ajudar as pessoas e demonstrar que procedência da cirurgia, que além de arriscada pode ocasionar diversos contras com o tempo e que medicações não são viáveis por promoverem alterações no Sistema Nervoso Central, o que promove principalmente depressões podendo até ocasionar ao óbito dependendo de sua amplitude.

 

BANNER

 

Comecei a perceber então que minhas irmãs se alimentavam mais e utilizavam doces em sua dieta, e que as mesmas possuem um biotipo totalmente diferente do meu. Então aderi uma dieta brusca que consistia em uma porção de “bife” relativamente pequena o qual perfazia a minha alimentação diária. Sabendo que meu organismo poderia sofrer com esta incidência não aderia essa dieta bruscamente e sim a sua redução por um período aproximado de 6 meses até chegar à esta proporção. Minha dieta foi brusca sim, tinha pleno conhecimento de que a mesma não era correta, mas acredito que se não fosse esta “loucura” em minha busca por mudanças acredito que talvez não tivesse obtido os resultados que tenho hoje. Não sofri com transtornos na saúde porque procurava sempre informações que pudessem fazer parte de minha dieta e que me ajudariam, fazia exames e nenhum detectava anemia ou qualquer deficiência alimentar. Esta busca por informação era em artigos e aprendizados em sala de aula, principalmente com a disciplina de anatomia.

1376077_430793497027146_567944189_nEm um parecer ao meu médico advindo de uma gastrite extremamente forte e erosiva no meio do ano de 2011, o mesmo requereu todos os exames possíveis e então foi onde descobri o motivo de me alimentar menos que minhas irmãs e ser mais robusta do que elas. Fato este advindo de uma disfunção da tireóide, hipotireóide, em que meu metabolismo era lento. Então com esta dieta severa e o tratamento da tireóide consegui emagrecer 30 quilos até o final do mesmo ano. Não recorri à ajuda profissional porque não queria a recorrer a medicamentos. O ano de 2011 foi basicamente de uma adaptação ao meu organismo para pouca alimentação.

Fim de 2012 percebi que houvera certa estabilidade do meu peso nos 80 quilos. Este era o meu objetivo quando iniciei esta dieta “maluca”, apenas sair dos 3 dígitos e me aproximar dos 80 quilos. Entretanto, durante as aulas aprendi um pouco sobre a molécula de carboidrato, em que se não houver sua queima ela apenas diminui de proporção e quando há a ingesta de substâncias ela voltaria ao tamanho normal e a pessoa engordaria novamente originando o “efeito sanfona”. Então nada melhor do que as atividades físicas para a sua eliminação.

Foi onde e quando aderi às atividades físicas em minha rotina e em um mês cheguei aos 66 quilos. Minhas atividades consistiam em caminhadas de aproximadamente 1 hora pelo centro urbano, para que não ficasse sempre no mesmo lugar e desanimasse. As localidades distintas para cada dia e a observação no ambiente (típico de biólogos) me ajudaram muito, além de colocar meu fone de ouvido e ouvir minhas músicas favoritas durante o percurso. Isso me incentivava muito, cada vez que fazia caminhada voltava revigorada para casa. As caminhadas além de auxiliarem no processo de emagrecimento ajudam também em procedimentos de bem estar devido ao fato da produção de serotonina (neurotransmissor do bom humor) o que é de grande auxilio também em questões de transtornos de estresses e depressões. As caminhadas me faziam tão bem que cada vez queria andar mais e mais, quando saia para caminhar me esquecia do tempo.

Para janeiro que 2013 decidi iniciar uma academia para enrijecimento muscular, então logo na segunda semana de janeiro, quando as academias retomaram sua rotina diária iniciei a busca por uma. Ela era de uma distancia de aproximadamente 3,5 km de minha casa e como eu disse antes de iniciar a academia eu iria a pé até ela, assim fazia minha caminhada da qual jamais abro mão, e ainda chegava aquecida na mesma. Lá perfazia uma rotina de 3 horas de aeróbico seguido de musculação. Voltava para casa a pé novamente e sempre tinha em minha bolsa uma capa de chuva, não admitia que ninguém me levasse ou me buscasse de carro. De baixo de chuva ou sol eu ia todos os dias para a academia a pé. Quando entrei não conhecia ninguém, mas com o passar do tempo fiz muitas amizades, fui ajudada pelo incentivo social e ajudei muitas pessoas com minha história. Para fugir um pouco do clima maçante de academia eu fazia muitas brincadeiras lá, como ficar jogando bola (a mesma que era utilizada para fazer agachamento) e sempre tinha um pessoal que marcávamos de treinar no mesmo horário por conta da amizade que havíamos feito lá e para que houvesse sempre o incentivo.

 

Veja também: Comparação de preços dos Melhores Suplementos

 

Como citei anteriormente, tive que parar a academia devido à dedicação aos estudos, objetivo este que havia me comprometido antes de aderir o de emagrecer. Prioridades conforme a ordem cronológica é fundamental para focar seus objetivos. Atualmente não realizo academia, mas mediante o conhecimento aderido durante o tempo que fazia academia eu efetuo abdominais e uma leve musculação em casa mesmo. A musculação é perfeita com alguns halteres que possuo e as abdominais são feitas sem equipamentos. Minhas caminhadas também estão sendo feitas e meu objetivo para o momento é descobrir uma estabilidade para meu peso.

Depois que comecei a me alimentar corretamente, principalmente na tentativa de manutenção do peso percebi que emagreci bem mais rápido do que quando me nutria de um pedaço de “bife”. Desse jeito emagreci 10 quilos após a foto do meu antes e do depois que foi postada pelo meu amigo no mural do meu facebook.

 

1371534_430792750360554_1338349638_n

 

O que você acredita que sejam os fatores principais para uma pessoa que deseja mudar radicalmente os hábitos de vida e tornar-se alguém mais saudável?

 

Acredito que a objetividade e busca por mudança por conta própria, um melhoramento e evolução advindos de vontade autônoma e não em função do que as pessoas dizem ou como se direcionam até elas. Sempre o que importa é que as pessoas se sintam bem consigo mesmas porque, afinal, muitas pessoas falam muito e você pode nunca estar bem para algumas. Com 56 quilos tinha uma pessoa que mesmo sabendo da minha vitória contra a balança insistia em me chamar de “gorda”, hoje com 53 quilos (um pouco menos, 52 e alguma coisinha, mas prefiro dizer 53) a mesma pessoa refere-se a mim como anoréxica. 52 quilos é o Índice de Massa Corpórea ideal para a minha “baixura” (1 metro e 50 centímetros).

Então digo e repito, busque apenas a mudança para melhor, mas que a mesma seja de vontade própria e mesmo que você tenha a certeza de que esta mudança demorará pode ter ciência de uma coisa, a vitória é certa e o “gostinho da conquista” é ainda maior e sem contar que é bem mais motivador por você ter superado suas próprias expectativas. A minha era chegar aos 80 quilos, hoje com aproximadamente 53 quilos percebo que superei as minhas próprias e vejo o quanto sou capaz de realizar algo quando quero. Eu não sabia o quanto eu era capaz e persistente e hoje nada é capacitado para me desanimar na minha luta pelos meus objetivos. A minha autoestima e confiança em minhas capacidades aumentaram muito e não há coisa melhor do que poder ajudar e agradecer quem nos ajudou e demonstrar que todos somos capazes, mas muitas vezes nós quem não queremos acreditar. Não existe guerreiro e derrotado, o que existe realmente é o fato de que as pessoas apenas buscam o caminho mais simplificado o qual muitas vezes é extremamente arriscado.

 

Foco, Força e Fé são as palavras certas. Sei que são clichês, mas são totalmente verídicas.

 

962844_430792987027197_1307362917_aAcredita que os veículos de comunicação como o nosso site e nossa página no Facebook ajuda de fato as pessoas que desejam mudar os hábitos? Motivando, informando e auxiliando nesse desafio?

 

Sim, acredito e afirmo esta pergunta. Primeiramente porque eu ficava vendo as pessoas que tinham conseguido perder um pouco de peso e dizia a mim mesma que um dia isso iria acontecer comigo, bastava eu tomar a iniciativa e perpetuá-la por mais difícil que pudesse parecer.

Foi a busca por sites assim, informativos, e em artigos científicos que estou aqui de pé podendo compartilhar minha vitória e incentivar, apoiar muitas pessoas que vieram conversar comigo quando ficaram sabendo à respeito de minha determinação. Esses links ajudam muito não só pessoas que querem emagrecer, mas que queiram modificar qualquer fator em sua vida, foi o que meu vizinho e amigo de infância pronunciou quando colocou a foto do antes e do meu depois em meu Facebook.

Após postar algumas fotos de um passeio que tive com meus pais e minha irmã ele direcionou uma conversa pelo inbox comigo onde perguntava se eu havia percebido o quanto eu havia mudado. Como resposta eu afirmei que não pelo fato de que nós que estamos fazendo dieta e as pessoas que nos acompanham diariamente não percebemos isso pelo fato de que estamos ali acompanhando tudo de perto, mas quando ele viu minha foto que ele tinha antes de eu começar o regime ele notou e fez questão de colocar meu “antes e depois” para que eu pudesse notar.

Ele me pediu se eu o autorizava postar em meu mural porque seria de grande incentivo para as pessoas que objetivam o mesmo que eu objetivei, e auxiliaria as demais que querem parar de fumar, beber, e até mesmo parar de usar drogas, ou as que simplesmente querem provocar alguma mudança em sua vida para melhor. A primeira pergunta que ele fez foi se eu não ficaria brava e brigaria com ele, sem entender disse que não e perguntei o porquê dessa pergunta e ele simplesmente me disse que há pessoas que possuem vergonha de seu antes. Escondem fotos e nem falam sobre o assunto. Eu disse que para mim o que importava era que eu era feliz, gordinha e agora que estou magra sou muito mais, minha autoestima e o modo como vejo minha imagem aumentou e muito mesmo. Depois dessa postagem muitas pessoas vieram conversar comigo a respeito e fique imensamente feliz de poder contar minha história e aconselhar a fazer tudo certinho, com um aconselhamento médico e a busca por exercícios físicos.

Veículos de comunicação online ajudam sim e muito as pessoas. Foram eles que me ajudaram e muito e agora estão proporcionando, tanto à mim como o vosso link, a contribuírem para as demais pessoas que querem mudar para melhor e falta a motivação.

 

1370246_430793373693825_54993247_nVocê treina? Já treina há quanto tempo? Algum tipo de treino diferente (danças, pilates, treinos funcionais, etc)?

 

Realizo regularmente caminhadas desde o fim do ano de 2012. São minha inspiração e me ajudam tanto para o meu bem estar físico quanto o psicológico. Não possuo metas fixas ou uma rotina, como locais ou temporalidade. Já cheguei a caminhar em dias de uma leve chuva, em que sentia a falta de exercícios por consequência de chuva com dias prolongados, por exemplo. O melhor de tudo é o contato com o ambiente, você chega a ficar até mais leve na balança e mentalmente, e como bióloga gosto muito desse contato com o ambiente, muitas vezes artificial sim, mas nada melhor do que procurar praças ou locais com vegetação para respirar um pouco e se distrair.

 

Qual sua rotina de alimentação atual?

 

Minha alimentação não é de acordo com acompanhamento médico, eu mesma monto meu cardápio alimentar em função do aprendizado que tive na vida, tanto pelo fato do meu organismo ser lento, como também pela fundamentação cientifica pela qual efetuei. Minha alimentação consiste à base de qualquer outra, apenas não incluo doces na mesma e para dizer a verdade não sinto nem um pouco a falta dos mesmos.

Eu não me privo deles, quando estou com vontade eu como um pedacinho, o qual para mim é o bastante para satisfazer minha vontade e totalmente arrepiante pelo fato de eu ter me desacostumado totalmente dos mesmos.

Minhas ingestas alimentares consistem basicamente de café da manhã, almoço, intervalo, janta (antes de ir para a faculdade), intervalo e ceia. O intervalo entre o café da manhã e o almoço não faço em decorrência de que não consigo almoçar adequadamente quando tentei efetuar esta prática diversas vezes, então apenas alterei o seu horário, para o intervalo da faculdade, em função do tempo de que ficarei sem me alimentar da janta até a ceia, e também pelo fato de que passamos muito tempo sem nos alimentar quando dormimos.

O ideal é ingerir alimentos em intervalos de 02:30 horas. Com isso as pessoas emagrecem adequadamente, mais rápido, o organismo não passa necessidades e além de tudo compreende que não necessita guardar reservas alimentares até a próxima refeição, isso é uma reeducação alimentar. Se alimentando adequadamente, os níveis de insulina permanecem estáveis no organismo e a probabilidade de ganhar peso é inexistente, o que dependerá, é claro, da quantidade de recursos alimentares que a pessoa estará utilizando e também da proporção calórica dos mesmos. Se ela se alimentar normalmente tudo bem, mas se os níveis estiverem relativamente superiores aos normais e super calóricos não tenha dúvidas que esta pessoa engordará.

 

Para estas requisições consistem nas seguintes porções:

 

Café:

  • 1 xícara de café sem açúcar
  • 1 copo de leite integral
  • 1 porção  pão francês com uma ponta de faca de manteiga e salpico ervas finas sobre a mesma.

 

Intervalo:

  • Não efetuo esta prática. Reposicionei a mesma para o intervalo da faculdade (21 horas)

 

Almoço:

  • 1 concha média de feijão
  • 1 Escumadeira média de arroz
  • 1 bife médio (do tamanho da palma da mão) ou dependendo da fonte de proteínas, que pode ser carne moída ou em pedaços e do tamanho dos mesmos administro de acordo com o que seria equivalente à porção do bife.
  • 2 à 3 colheres de refogado

 

Intervalo – para este momento do dia obtenho algumas opções que consistem de:

  • 1 fruta
  • Ou algumas torradas com um suco de fruta natural feito no momento para que não haja a perca de seus princípios ativos (limão e laranja perdem suas propriedades em pouco tempo e isso pode ser notado com o fato de o suco se tornar aguado depois de certo tempo)
  • Caso esteja com vontade de ingerir algum doce utilizo este momento do dia, porque o metabolismo de todos é mais ativo durante até certo período e de noite é mais preguiçoso. Assim há a sua queima de calorias sem peso de consciência.

Observação: Habitualmente prefiro uma fruta, muito raramente saio desta rotina.

 

Jantar:

  • Equivalente aos índices direcionados ao almoço, mas prefiro uma salada de verduras de que refogados para este horário.
  • Vale lembrar que verduras são fundamentais para o organismo, devem ser consumidas sempre, podem ser consumidas à vontade e sem preocupações com a balança, principalmente pelo fato de que em uma última pesquisa que efetuei averiguei que as mesmas auxiliam com a saciedade e que o melhor é serem ingeridas antes do prato principal para esta finalidade.

 

Intervalo – meu intervalo de manhã foi reposicionado para o período entre a janta e a ceia e consiste basicamente de:

  • 1 fruta

 

Ceia:

  • 1 copo de leite integral puro (sem qualquer outra substancia como achocolatados ou açúcares)
  • Ou 1 iogurte natural

 

1376193_430793350360494_1306714654_aAlgumas observações:

É importante ressaltar que não devemos ingerir água ou líquidos 1 hora antes e 1 hora depois da refeição pelo fato que o mesmo provoca a diluição dos ácidos produzidos pelo metabolismo e que são fundamentais para o procedimento digestivo. Sendo que alguns líquidos como até mesmo sucos, mesmo que naturais, podem inibir a absorção de alguns componentes presentes e fundamentais na alimentação.

Os alimentos devem ser bem mastigados, para que o organismo absorva adequadamente e você não fique com a sensação de peso no estômago. Este ato de mastigar bem e a efetuação de cortar os alimentos em pedaços pequenos auxiliam na saciedade. Isto tudo porque o organismo demora para receber a informação de saciedade.

Há estudos que comprovaram que o corte de recursos alimentares em pedaços pequenos auxiliam na saciedade. Resumidamente o estudo ofereceu 1 pão inteiro para cada integrante de um grupo e 1 pão fracionado para cada indivíduos de outro grupo. Com isso os que se alimentaram dos fracionados se mostraram muito mais saciados dos que se alimentaram de pães inteiros e comeram até mesmo menos que uma porção. Com isso eles estavam trabalhando o cérebro e faz bem a associação com o dito popular “comer pelos olhos”.

Não ingerir bebidas alcoólicas. Elas possuem uma quantidade excessiva de carboidratos. É preferível comer um doce do que beber.

 

Você toma suplemento alimentar? Quais suplementos você toma?

Nenhum. Nunca tomei algum suplemento alimentar.

 

1175745_418743574898805_545659969_nGostaria de mandar algum recado para quem quer mudar de vida e aderir ao “estilo de vida saudável”?

Gostaria de dizer que a gente não acredita em nossas capacidades e por isso muitas vezes optamos por desistir de nossos sonhos. Independentemente do tempo, do esforço e das coisas que você terá que abrir mão vale muito a pena fazer qualquer esforço para conseguir o que se objetiva. Ninguém é fraco, apenas optamos pelos caminhos mais fáceis às vezes (cirurgias, remédios para o exemplo do emagrecimento) e isso que inicialmente pode parecer bom para o presente momento, dependendo o caso, pode ser muito mais prejudicial para um futuro não muito distante.

Sei que a minha iniciativa foi errônea e que poderia ter sofrido algumas consequências, mas a partir do momento que decidi provocar uma mudança em minha vida pouco me importava os riscos e a duração, o que eu queria mesmo era o resultado (80 quilos). Essa experiência foi fundamental para a minha evolução e crescimento pessoal. Isso tudo me permitiu perceber que sou mais capaz do que acreditava ser e hoje estou muito feliz em poder estar trabalhando para o auxilio de pessoas que enfocam qualquer coisa na vida.

Algumas pessoas me perguntam se tenho vergonha de meu passado e digo apenas uma coisa “jamais tenha vergonha de si mesmo, não importa se você é rico, ou pobre, gordo ou magro, alto ou baixo, seu biotipo não diz muita coisa sobre você. As pessoas não possuem o conhecimento pleno, estamos sempre a aprender e por isso não somos perfeitos. Muitas vezes as pessoas tomam decisões prematuras, como por exemplo, dizer que uma pessoa é gorda apenas pelo fato de que ela se mata de comer, existem muitas disfunções em nosso organismo que podem contribuir para o acréscimo de peso. O que importa mesmo são o seu caráter, sua índole e, acima de tudo, a sua dignidade e humildade”.

Temos que saber ser gratos e humildes sempre e por isso deixo aqui explícito os meus sinceros agradecimentos às pessoas que participaram desta mudança em minha fisionomia e agora digo que elas representam uma parcela de minha conquista, principalmente quanto ao que diz respeito aos meus pais e de alguns familiares. Estou podendo retribuir para estas pessoas tudo o que recebi de afeto, carinho e apoio durante minha trajetória e isso não tem preço. Vocês se demonstraram amigos sinceros, verdadeiros e que sempre estiveram ao meu lado e tenho muito orgulho de chamar como “amigos”, coisa relativamente rara para os dias de hoje.

Termino esta declaração dizendo apenas que muito preconceito se tornou evidente e algumas pessoas se afastaram de minha pessoa pelo fato de não admitirem o fato de eu ter conseguido essa vitória e muito menos de estar com o peso inferior ao delas muitas vezes. Então se vocês quiserem mudança façam isso por vocês e jamais pelos outros, às vezes damos mais valor nas palavras lançadas do que para a nossa própria opinião e isso não é benéfico, principalmente pelo fato de que necessitamos de ter opinião própria a respeito de tudo, mas essencialmente quanto ao que diz a nós mesmos e nossa própria imagem. Ouça a sua própria voz interior e não tenha vergonha de ser quem você é, porque isso sim que te caracteriza, caso contrário você estará sendo apenas mais um reflexo de um ideal social. O que importa é você ser feliz sempre!

 

Se você gostou da história da Josie e deseja acompanhá-la, siga seu perfil no Facebook.

Josie Venturini

 

About Equipe Treinos Academia

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Scroll To Top