Home / Eliézer Giazzi / Bethe Pitbull Correia – UFC e MMA

Bethe Pitbull Correia – UFC e MMA

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Conheça a trajetória da invicta lutadora até chegar ao principal campeonato de artes mistas do mundo

 

 

Bethe Pitbull Correia - UFC e MMA

Bethe Pitbull Correia – UFC e MMA

Bethe “Pitbull” Correia é uma paraibana de 30 anos e consagrada lutadora de MMA. Realizou sua primeira luta em maio de 2012 e, no segundo semestre de 2013, após 6 vitórias consecutivas, assinou contrato com o UFC.  Conhecida como Bethe Pitbull por ter a agressividade nas lutas característica de um cão da raça pitbull e por pertencer ao time Pitbull Brothers, dos irmãos Patrício e Patricky Freire, possui em seu cartel no principal evento de artes mistas do mundo 7 vitórias. Dentre suas principais especialidades, estão Kickboxing, Jiu-jitsu e Wrestiling. Em entrevista exclusiva para Treinos Academia, Bethe Correia abre o jogo e conta sobre o caminho percorrido até ser uma lutadora de sucesso.

 

TREINOS ACADEMIA: Quando teve a ideia de ser uma lutadora de MMA?

Bethe Correia – A ideia veio crescendo na medida em que eu ia me dedicando cada vez mais nos treinamentos, e treinando com mais intensidade.  Comecei a conviver com lutadores, que foi em um tempo estimado em cerca de 2 anos. Comecei a sentir que ali era o meu lugar.

 


TREINOS ACADEMIA: De quantas lutas já participou?

Bethe Correia – Atualmente, possuo 7 lutas profissionais de MMA em meu currículo e, até agora, nenhuma derrota. Estou invicta.

 

Bethe Pitbull Correia - UFC e MMA

Bethe Pitbull Correia – UFC e MMA

TREINOS ACADEMIA: Conte um pouco sobre sua vida antes de entrar no MMA. Sofreu algum tipo de preconceito?  

Bethe Correia – Eu tinha uma vida totalmente fora do mundo da luta. Era formada em contabilidade, era casada e, de repente, decidi jogar tudo para o alto e me dedicar exclusivamente à luta. Sofri muito preconceito porque ninguém acreditava que iria dar certo, que eu pudesse chegar ao maior evento de MMA do mundo. Minha família entrou em pânico, fui até chamada de louca. Mas, ainda bem que tudo deu certo quando começaram a ver que eu podia conseguir realizar meu sonho.

 


 

TREINOS ACADEMIA: Quais as maiores dificuldades enfrentadas durante esse percurso?

Bethe Correia – O maior problema dos esportistas no Brasil é a falta de apoio, patrocínio e incentivo por parte do governo. A visibilidade à venda de Pay-Per-View é imensa e, mesmo assim, ainda existe receio do governo e dos grandes empresários.

 

TREINOS ACADEMIA: Como é a sua rotina de treinos e alimentação?

Bethe Correia – Treino 3 vezes ao dia, variando entre Kickboxing, MMA, Jiu-jitsu e preparação física.  Minha alimentação é normal, sem grandes exageros.  Só muda quando estou próxima de alguma luta. Quando estou longe, só evito excessos de frituras, doces e bebidas alcoólicas.

 

Bethe Pitbull Correia - UFC e MMA

Bethe Pitbull Correia – UFC e MMA

TREINOS ACADEMIA: Financeiramente, mulher no MMA é um bom negócio?

Bethe Correia – Bom não, é um ótimo negócio! Basta apenas que os grandes empresários percebam isso. Todos olham e têm curiosidade em ver mulheres lutando, sempre acompanham. Mulheres são exemplos de determinação, guerreiras, inteligentes, ter a marca associada a uma batalhadora só traz benefícios à empresa. Hoje, o MMA feminino ganhou respeito e grande visibilidade.

 

TREINOS ACADEMIA: Como é a vida de uma mulher lutadora de MMA em um esporte considerado de homens?

Bethe Correia – É de uma constante batalha. Nós estamos sempre tentando acompanhar o ritmo deles, tentando nos igualar nos treinos para conseguirmos acompanhá-los, até porque, como o déficit de mulheres lutadoras é grande, treinamos com homens na grande maioria. Mas eu gosto, e até prefiro treinar com homens, me sinto melhor, me solto mais. Mulheres geralmente são mais frágeis e se machucam com mais facilidade, aí acabo me prendendo um pouco quando treino com elas, já homem não, são mais duros, posso me soltar mais.

 

TREINOS ACADEMIA: Quais as dicas para uma menina que pensa em ser lutadora?

Bethe Correia – A dica que dou é coragem, disciplina, foco…  Ter certeza que é isso que deseja para a vida acima de tudo. Porque não será fácil a caminhada, terá que abdicar de muitas coisas, como na vida social, na liberdade do dia a dia…  Terá rotina de treinamentos, preparação física, irá se machucar, entre outras coisas. O importante é nunca deixar de acreditar, buscar o caminho certo. Pessoas dedicadas sempre atingem seus objetivos, mas como eu disse, tenha certeza que é isso que quer para sua vida, porque haverá grandes renúncias e um estilo de vida diferenciado. Se for realmente seu sonho, confie e corra atrás.

 

Eliézer Giazzi é jornalista e colaborador do site Treinos Academia

 

About Equipe Treinos Academia

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Scroll To Top