Home / Suplementação / Suplementação de óxido nítrico (NO)?

Suplementação de óxido nítrico (NO)?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

O óxido nítrico (NO), gás solúvel produzido em nosso organismo que é rapidamente destruído pelo oxigênio, possui diversas funções, podendo ser benéfico ou potencialmente tóxico, conforme sua concentração e depuração tecidual. Como toxina, o excesso de NO, dentre outros problemas, pode favorecer enxaqueca, diabetes tipo I, choque séptico e problemas renais. Fisiologicamente, ele está envolvido na resposta do sistema imunitário, na fixação da memória tardia, peristaltismo, relaxamento dos vasos sanguíneos e vasodilatação. E, por apresentar esta última função, é uma substância que vem sendo amplamente explorada pela Nutrição Esportiva.


O NO é produzido no organismo na presença de cálcio e vitamina B3, a partir dos aminoácidos arginina e citrulina. A arginina tem como principais fontes alimentares a soja e a quinoa. Já a citrulina pode ser encontrada na melancia, principalmente em sua camada branca da casca, que tem o consumo descartado pela maioria das pessoas.

Existem diversos suplementos no mercado que erroneamente nos induzem a achar que estamos ingerindo óxido nítrico. Na verdade, a maioria deles possui em sua composição os precursores deste gás, como a arginina e citrulina, além de sinergistas como a ioimbina e o zinco. Cabe ao organismo direcionar tais precursores  para a produção de NO. No entanto, é importante destacar que estes precursores participam de diversas vias bioquímicas e, nem sempre, há a garantia de aumento da produção do NO.

Durante a atividade física, em decorrência do aumento da respiração celular, há um aumento da produção de radicais livres. Estes, por sua vez, podem reagir com o NO, formando peroxinitrito, que é um radical livre danoso ao organismo, sem efeito vasodilatador, que potencializa a lesão inflamatória em células vasculares. Ou seja, mais uma vez, boa capacidade de produção de NO não necessariamente significa aumento da capacidade de vasodilatação: muito pelo contrário: o excesso da suplementação de arginina pode favorecer a produção de NO indutível que tem efeito vasocontritor, aumentando a pressão arterial.


Não podemos nos preocupar apenas em favorecer produção de NO. É essencial que forneçamos ao organismo uma defesa antioxidante eficiente. Diversos são os nutrientes que possuem esta função. Todavia, quando se fala em NO, destaca-se como antioxidante a vitamina C, que possui a importante função de reciclar o peroxinitrito, permitindo a sua transformação, novamente, em NO.

Logo, antes de se pensar sobre a suplementação de substâncias envolvidas com a vasodilatação, é essencial que se garanta uma dieta saudável, com o fornecimento de todos os nutrientes essenciais à homeostase orgânica.

Fonte: SIGASUADIETA.com.br

About Equipe Treinos Academia

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Scroll To Top
FICAR EM FORMA
QUER SABER COMO? (Comprovado)
Parabéns
Confira o Material no Seu e-mail - Aproveite!
Fechar
FICAR EM FORMA
QUER SABER COMO? (Comprovado)
Parabéns
Confira o Material no Seu e-mail - Aproveite!
Fechar